Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sinopse

por Jessie Bell, em 15.06.11


Dalillah Vanbeveroun é uma rapariga portuguesa, de nome holandês, graças ao seu pai, que decide perseguir os seus sonhos de se tornar uma tripla ameaça. Assim, parte para Nova Iorque, ingressando numa escola de artes performativas (P.A.), na esperança de que o seu talento e trabalho árduo, a tornem na melhor bailarina, actriz e cantora que aquela cidade alguma vez viu.


Apaixona-se pelo demasiado talentoso e sensível Parker Halle, por quem sofre, vacilando, pois não sabe onde a sua relação chegará. Ele ama-a e ela a ele, porém, o medo é demasiado forte, para a fazer ouvir o seu coração, escondendo-se atrás de piadas sem humor.


Lillah terá também de decidir se a sua vinda para aquela grande cidade valerá a pena, se o seu talento é suficiente e se a sua paixão pelas artes a fará singrar.


 


Personagens


 


Dalillah Vanbeveroun: Uma rapariga em busca dos seus sonhos. Nada poderia descrever melhor a talentosa Dalillah Vanbeveroun. Sabia-se determinada, por vezes transformando-se em simples teimosia. Perfeccionista. Conseguia tudo o que idealizava, porque o trabalho, não era cansaço, mas sim aquilo que a motivava. Medrosa de cair em rotina, de se prender num trabalho monótono, vai para a P.A., à procura da sua utopia.



Parker Halle: Ele sabia que tinha tudo: talento, beleza, inteligência, carácter... e sabia utilizá-lo a seu favor, se quisesse... Por vezes, limitava-se a fazer de desentendido, para não ter de levar com olhares invejosos e cautelosos, ao se aproximarem dele. Sabia o que queria: representar, cantar, tornar o mundo um sítio melhor com a sua música. Marcado pela morte de um dos seus dois irmãos gémeos, Parker Halle vivia na  incerteza de nunca voltar a reencontrar a felicidade. Dalillah mudou tudo.



Michael Halle: Era o irmão gémeo de Parker, o seu único irmão gémeo, após a morte de Jordan. Era uma tripla ameaça, tal como Dalillah, a sua parceira de dança. A sua vida dividia-se em dois planos diferentes: aquele que era marcado pela vida na P.A. e aquela que partilhava com Lauren, a sua namorada de trinta e um anos, com quem mantinha uma relação à distância.  



Jessica Dannieles: Uma dupla ameaça que vive para a sua magnífica voz e para a sua fantástica graciosidade. Rapidamente forma uma grande amizade com Dalillah. É segura de si mesma e não se deixa abalar por coisas menores.



Melanie Rogers: A sua vida gira  à volta do canto e de um desaforamento singular, que a torna verdadeiramente divertida. É, tal como Jessica, uma grande amiga de Dalillah.


 



 


 


Joshua Freedman: A sua paixão pelo cinema, guiou-o àquela escola. Queria ser realizador, mas, para isso, além de uma visão transcendente, que possuía, era necessário saber como era ser actor e era para isso que ele estava ali. A sua câmara tornou-se quase como um acrescento do seu braço. Quando sair dali, a primeira coisa que vai fazer, será criar um documentário, em que descreva a vida daquela caótica escola.


 



 


Kevin Vane: A vida para ele sempre foi simples. Tudo se resumia a duas coisas: cantar e representar. Possuía uma característica singular: uma visão única que apoderava a sua vida. Acreditava que tudo era muito mais simples do que parecia e, de facto, quando ele intervinha, tudo se tornava mais simples. Primos de Mike e Parker, aprenderá que talvez a vida se complique de formas de formas impossíveis de simplificar.



Kate Reyes: Após acabar com Parker, por o ter traído, decidiu focar-se na sua carreira, porém, a vida “lixou-a”, nas suas próprias palavras. Não queria ter de viver com a sombra dos seus erros, por isso a descoberta que Parker também tinha ingressado nesta escola, foi abordado de duas maneiras muito diferentes: A primeira vez que o viu a única coisa que pensou foi “oportunidade”. Achava que poderia emendar as coisas, mas estava muito enganada. Quando o viu com ela, todos os seus deslumbramentos foram por água abaixo, transformando-se em ódio profundo, que acabará em resignação.



 


Mariana Vanbeveroun: É a irmã gémea idêntica de Dalillah. Está em Portugal, a estudar direito. É divertida e, psicologicamente, nada parecida com a sua gémea.



Ricardo Vanbeveroun: Sendo o irmão mais velho de Dalillah e de todas as suas outras irmãs, arca com a responsabilidade de assegurar que tudo lhes corre bem.  


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:07


4 comentários

De Marta a 16.06.2011 às 13:19

Devias ter posto isto no proncipio de tudo, mas gosto muito. Continua a escrever.

De Benný {MRCyrus.com} a 11.07.2011 às 12:09


Sim podes

De NattahL a 14.07.2011 às 21:42

Okay, então fico a espera  (:
xoxo'

De NattahL a 14.07.2011 às 22:51

Eu sei qe a reacção nao foi muito boa, mas ela anda muito nervosa, levou com uma bala, o pai deu-lhe na tola para dar-lhe os parabens e pediu-lhe para conheçer uma pessoa. e antes estava chateado com o Patrick :x
Mas não te preocupes (:
xoxo'

Comentar post



You told me I was like the dead sea. You never sink when you're with me.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog