Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Capítulo 5 - Namorados

por Jessie Bell, em 19.04.11

 



 


 


A viagem decorreu num silêncio profundo, no qual apenas se distinguia os sons das nossas respirações descompassadas. Quando cheguei a casa, após de um despedida desajeitada, fui obrigada a apresentar um relatório completo a Jessica e a Melanie.


Durante a semana seguinte não falei com ele. Não só pelo facto de estar demasiada ocupada com os apuramentos para as gifted classes, como também pelo facto de sempre que tentava falar com ele, ele sumia-se. Tinha de o confrontar. Afinal de contas ele tinha-me beijado e agora ignorava-me? Estava a corroer-me por dentro… E eu odiava essa sensação.


Era quinta-feira, ele estava no auditório a ensaiar, e a seguir era a minha hora. Por isso, fiz um “pequeno” esforço para aparecer quinze minutos antes. Era hoje que ia resolver isto. Não gostava de deixar pontas soltas. Enervava-me. Entrei de rompante, enquanto ele estava a cantar, acompanhado pela sua guitarra.


- Precisamos de falar. – Comecei.


- Olá! – Exclamou. A sua pose de relaxamento total enervava-me e tinha como consequência uma sensação de cólera, que me queimava a garganta. Ele levantou-se do banco alto em que estava sentava. Foi ao meu encontro e beijou-me. O que resultou numa sensação de cólera, misturada com irritação profunda e de prazer. O beijo, foi muito mais suave do que o anterior, mas acendeu de novo o fogo na minha garganta, que acabava por percorrer o meu corpo todo. Quando acabou, e após eu ter voltado a mim, consegui perguntar:


- Fazes o favor de me dizer o que é que isto significa?


- O que é que significa o quê?


- Isto! Beijas-me e depois evitas-me e agora eu chego aqui e beijas-me outra vez. Podes-te explicar, por favor?


- Eu gosto de ti, Lillah. Precisava de pensar. A verdade é que eu costumo ter tudo planeado na minha cabeça. E tu, bem, tu foste tudo menos do que planeada. Eu não te queria beijar no nosso primeiro encontro. Queria que demorasse, queria que nos tornássemos amigos e só depois é que nos apaixonássemos. Mas tu não deixaste, pois não? – E riu-se – Desculpa se te magoei. Mas precisava de organizar os meus pensamentos. Desculpa. – Levantou-me o queixo e beijou-me de novo, ao de leve. – Eu amo-te Dalillah Vanbeveroun. Diz alguma coisa por favor.


- Eu também te amo, Park. – Fui tudo o que eu consegui dizer. E a verdade é que amava. O que é que havia para não amar nele? Ele sorriu-me e eu encostei os meus lábios aos deles, de forma a provar o meu amor.


- Vem. – Disse-me, enquanto me levava até ao piano de cauda que estava no palco do auditório. – Quero mostrar-te uma coisa. Abriu uma pasta que tinha várias pautas lá dentro, retirou algumas e distribuiu-as pelo suporte do piano. Quando começou a cantar e a tocar fiquei atónita. Era a coisa mais bonita que alguma vez tinha ouvido. – É para ti. Chama-se “Stay”.


 - I’ll stay if you stay. - Encostei a minha cabeça ao ombro dele e assim ficámos durante algum tempo. – Preciso de ensaiar. – Acabei por dizer.


- Posso ficar, ou queres que me pisgue?


- Podes ficar. Vou-me só vestir.


Quando cheguei, já ele estava sentado numa cadeira da primeira fila da plateia. Liguei o meu Ipod ao sistema de som do auditório e comecei a treinar o meu solo de dança moderna. Estava quase a acabá-lo quando o Mike entrou.


- Olá. Era suposto ensaiarmos hoje, não era? – Perguntou, olhando desconfiado para o Parker


- Sim claro.


- Então o que é que ele faz aqui? – Perguntou, olhando para o seu gémeo.


- Ele explica-te depois. Agora vamos ensaiar. Vamos!


O ensaio prolongou-se até às nove da noite e eu estava completamente estoirada. Esta de tal maneira cansada que adormeci no autocarro. Acordei com o despertador. Estava na minha cama e não fazia a menor ideia de como tinha ido lá parar. De qualquer maneira, arrastei-me da cama, pois o dia chamava-me.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:24


3 comentários

De Marta a 21.05.2011 às 21:38

Adoro, adoro!
Muito obrigada Nó!

De NattahL a 14.07.2011 às 11:48

Amei *-*
Não tens de agradeçer (:

De elielife a 14.07.2011 às 20:09


eles namoram *.*
de certeza que foi o parker a leva-la, ou o mike, mas espero que tenha sido o parker :)

Comentar post



You told me I was like the dead sea. You never sink when you're with me.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog